quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010

O preço da desunião...


No dicionário a palavra desunião está em destaque. Fala sobre ação de desunir, falha de união, separação, divisão, discórdia...

É diante dessa palavra que trago para vocês a minha reflexão de hoje!!!


Por que não conseguimos revolver os nossos problemas com uma simples e boa conversa? Por que uma discórdia tem que se transformar numa guerra, numa separação? Porque simplesmente não conseguimos respeitar e buscar entender as posturas e decisões dos outros?


Recentemente, uma história entre conhecidas me deixou bastante triste e me fez refletir sobre o preço da desunião. Amigas desde o dia que nasceram. Sempre foram unidas pelo laço de sangue e muita mais pelo laço de amor. Cúmplices e companheiras de uma vida não tão longa, mas cheia de aventuras. Sempre dividiram tudo.


Cheias de defeitos e também qualidades, deixaram comportamentos isolados entrarem no meio de suas histórias. Uma julgou a outra, deixaram o orgulho e a magoa falar mais alto, e hoje brigam entre si. Trocam acusações, falam mal uma da outra. Contam os segredos que até então deveriam ficar guardados no passado. Estão separadas...


Não estou aqui para julgar nenhum dos lados. Apenas tento compreender cada um deles. E isso me fez repensar algumas coisas. Foram nesses pensamentos que tentei contabilizar quantas coisas deixamos de fazer movidos pelo rancor, raiva e ódio. Sem falar na quantidade de vezes que somos obrigados pelo orgulho a nos afastar das pessoas que gostamos. Será que estamos certos? Será que devemos nos preocupar tanto com as posturas dos outros, ou simplesmente respeitar e tentar entender. Buscar o amor!!!


Não existe ninguém perfeito no mundo, a não ser Deus. Não existe ninguém totalmente certo, onde apenas a sua verdade é absoluta. Seria tão simples se deixássemos a vida correr sem se estressar com as pequenas coisas. Fico torcendo para que essa história que acabei de contar termine bem, enquanto isso relembro alguns dos momentos bons que presenciei das minhas personagens conhecidas.


Para vocês deixo a reflexão sobre o preço da desunião e um texto de Chico Xavier que fala sobre as Afeições...


"O amor não é cego.
Vê sempre as pessoas queridas
tais quais são
e as conhece, na intimidade,
mais do que os outros.

Exatamente por dedicar-lhes
imenso carinho,
recusa-se a registrar-lhes
os possíveis defeitos,
porquanto sabe amá-las
mesmo assim"


Beijos para todos!!!

Um comentário: