sexta-feira, 12 de março de 2010

A gripe A volta atacar...










Depois do anúncio de uma morte confirmada por Gripe A em Alagoas e que o vírus anda circulando livremente pelo Estado, hoje três gestantes e um recém nascido apresentando diagnóstico inicial de Síndrome Respiratória Aguda Grave – principal sintoma da H1N1 - foram detectadas na Maternidade Escola Santa Mônica. O atendimento no local está suspenso, mas sem dúvida essa informação é bastante alarmante.


Em plena campanha de imunização e já quando o vírus estava esquecido no Brasil e no mundo, a doença começa a fazer vítimas em Alagoas. É preocupante saber que essa doença que já matou muitos está por ai circulando livremente... Aconselho a todos a voltarem com aqueles velhos cuidados que tomávamos nessa mesma época do ano passado.


Não custa limparmos mais as mãos e quem sabe até mesmo voltar a usar o álcool em gel. Acho que não é nada desesperador, mas sim preocupante. Depois da experiência de viajar para Argentina em plena epidemia de H1N1 e voltar ilesa digo a vocês não sei se foi sorte, mas os cuidados básicos fizeram uma grande diferença.


Durante a semana que passei por lá tinha um vigia incansável que não me deixava colocar as mãos na boca – como boa ex-roedora de unhas que sou, ainda tenho essa mania - e me lembrava o tempo todo de limpá-las. E essa limpeza era de verdade, ensaboando e esfregando as costas das mãos, sem esquecer os dedos e as unhas.


Não vamos esquecer que esse vírus se pega de uma forma muito fácil, basta um espirro, uma tosse, ou até mesmo uma conversa que ele pode se espalhar pelo ar. Sem falar no toque de objetos e apertos de mão, já que o H1N1 sobrevive até 10 horas na superfície. Enquanto parte da população não é vacinada, vamos manter os cuidados. Lamento que algumas faixa etária não estejam inclusas nessa campanha, pois esse vírus merecia ser totalmente retirado do país com a imunização de todos.


A alegação para essa não imunização em massa do Governo Federal é que brasileiros de determinadas idades não foram tão contaminados durante o último surto da doença. Por isso segundo eles, não existe necessidade de que seja feita essa imunização. Eu particularmente discordo...


Não esqueça se estiver gripado e com alguns sintomas como tosse, febre alta, dor de cabeça, dores musculares e coriza não deixe de procurar o médico, o diagnóstico da doença no início é essencial para uma recuperação adequada. Muitas das mortes ocorridas pela gripe suína – nome vulgar da doença - ocorreram com pessoas que procuraram o serviço médico com um quadro mais grave ou já sofriam de algum outro tipo de problema de saúde como hipertensão ou obesidade.


DEIXO ACIMA O CALENDÁRIO DE VACINAÇÃO PARA NINGUÉM ESQUECER DE SE IMUNIZAR!!!

Um comentário:

  1. Ei, Cor-de-Rosa... Eu já tinha reparado nos noticiários, e confirmei agora com o cartaz que você reproduziu: pessoas da minha faixa etária + 40 - 60 e que não sejam portadoras de doenças crônicas ou que não estejam grávidas ou, enfim, que não sejam profissionais da área da saúde, ficaram de fora, né?
    Putz!!! Sou dispensável... Vou morrer de gripe A... Não vi em canto nenhum - midia local ou nacional, impressa, net, tv e tal - alguma explicação para essa reclusão... E você? Viu algo a respeito?
    Bjoks.,

    S.

    ResponderExcluir