quinta-feira, 29 de abril de 2010

Ler faz bem a alma...

Tenho uma meta para 2010. Ler pelo menos doze livros, isso quer dizer que pelo menos um por mês. Decidi isso desde o inicio do ano por acreditar que precisamos nos enriquecer com os conhecimentos passados por uma boa leitura. Um livro além dos encher nossas vidas de boas idéias, ainda deixa nosso vocabulário rico. Um bom livro nos faz pensar e refletir.


Minha meta está em andamento. Apenas esse ano já consegui ler cinco livros, já ultrapassei a média de um por mês. E pretendo continuar lendo mais e mais. Na minha lista já tenho três a espera. Aceito sugestões de boas leituras e deixo a baixo algumas sugestões para vocês. Como tenho um problema grave, não gravo os nomes e nem os autores. Só consigo mergulhar nas histórias, mas separei alguns dos meus favoritos.


Gosto de ler sobre tudo. Vou do romance ao livro que contesta a história do Brasil. Do jornalismo ao dia a dia policial. Em cada um deles, busco colher todos os detalhes que servirão para o meu dia a dia. Sem dúvida a leitura é um dos meus robbes preferidos, junto é claro com a música que adoro.


A leitura é estimulante. Assim como acontece com as pessoas, os livros podem ser intrigantes, melancólicos, assustadores, e por vezes, complicados. Os livros partilham sentimentos e pensamentos, feitios e interesses. Os livros colocam-nos em outros tempos, outros lugares, outras culturas. Os livros colocam-nos em situações e dilemas que nós nunca poderíamos imaginar que encontrássemos. Os livros ajudam-nos a sonhar, fazem-nos pensar.


Quando estou lendo, esqueço do resto mundo. Junto com a leitura me tele transporto para a história e me sinto parte dela, imaginando cada personagem, cada situação e cada pensamento. Isso me faz sentir mais vontade de continuar lendo. Quando o livro é bom mesmo, em uma semana já o devorei por inteiro. Não consigo parar de lê-lo.


Sem dúvida ler é essencial. Através da leitura, testamos os nossos próprios valores e experiências com as dos outros. No final de cada livro ficamos enriquecidos com novas experiências, novas ideias, novas pessoas. Eventualmente, ficaremos a conhecer melhor o mundo e um pouco melhor de nós próprios.


Para aqueles que não tem o habito de ler, indico testar. Comece com um livro simples, de uma linguagem rápida e que tenha um assunto que o interesse. Sem dúvida se você tiver a imaginação fértil conseguirá ir longe e ter momentos de muito prazer.


Já dizia Carlos Drummond de Andrade: “A leitura é uma fonte inesgotável de prazer, mas por incrível que pareça a quase totalidade não sente esta sede”.


Mário Quintana foi ainda mais longe, ao colocar que “Qual longa, qual nada! A melhor ginástica respiratório que existe é a leitura, em voz alta, dos lusíadas”... Ler é muito bom e faz vem a alma...


SUGESTÕES PARA LEITURA:

1.Guia Politicamente Incorreto da História do Brasil – autor: Leandro Narloch

2. Jornalismo Literário – autor: Felipe Pena

3. As lições de Chico Xavier – autor: Marcel Souto Maior

4. As vidas de Chico Xavier – autor: Marcel Souto Maior

5. Por trás do véu de Ísis – autor: Marcel Souto Maior

6. Se abrindo para a vida – autor: Zíbia Gasparetto

7. O menino do Pijama listrado – autor: John Boyne

8. O monge e o executivo – autor: James Hunter

9. A cabana – autor: Willian Young

3 comentários:

  1. Herança genética querida. A leitura é de fato uma fonte “inesgotável de prazer”. Beijos

    ResponderExcluir
  2. Assistir o filme "O menino do pijama listrado", muito bom, mas triste!
    Beijo,

    Pupila

    ResponderExcluir
  3. Layra, aí vai outra sugestão: 1808. No texto, você se diverte com a fuga da família real portuguesa ao Brasil, em 1808. Abs, Maikel

    ResponderExcluir