sábado, 26 de junho de 2010

A exploração das vítimas da enchente...


O ser humano é incrível. Enquanto parte da população está preocupada em ajudar quem perdeu tudo com as enchentes dos quatro rios em Alagoas, um outro pedaço está arrumando formas de se beneficiar. Falo dos políticos que já iniciaram suas campanhas, dos comerciantes que cobram presos exorbitantes em cima da mercadoria e da população mais simples que na cara dura saqueia os escombros das casas.

Uma amiga repórter que foi para União dos Palmares me contou uma história que confirmei quando estive em Rio Largo. Pessoas que não foram atingidas pela enchente estão passando com sacolas e carrinhos nas áreas atingidas para pegar o que sobrou nos escombros. As verdadeiras vítimas da enchente precisam montar acampamentos para evitar que seja levado o resto que sobrou.

Em relação aos comerciantes que também não foram atingidos pela água, esses estão se aproveitaram para dobrar o faturamento. Existem pontos que estão vendendo garrafão de água mineral por até R$ 20 – cinco vezes o valor normal do produto; um botijão de gás por R$ 80 – também quase três vezes mais; R$ 10 num pacote de vela.

Diante dessa situação o Ministério Público Estadual determinou que esses “aproveitadores” fossem punidos. Segundo a Lei 8137/90 esse tipo de comportamento é crime inafiançável com reclusão de 2 anos e meio a 6 anos de meio. Acho que nada mais justo. Sem dúvida essa não seria a melhor oportunidade para ganhar um dinheiro a mais.

E os políticos, que estão fazendo de tudo para aparecer nesse momento em busca dos votos para o pleito de outubro. Vocês não imaginam a quantidade de pré-candidatos que foram para Rio Largo na última quinta-feira para encontrar com o Lula. E alguém acha que eles realmente estavam preocupados com as vítimas das enchentes?

Não sei o que se passa na cabeça das pessoas. O que sei é que a situação nas vinte e oito cidades alagoanas continua difícil e é de muita calamidade. A população está sem água e sem energia, a previsão para o retorno ainda não existe.

Um comentário:

  1. De fato onde encontramos a solidariedade encontramos os avarentos. É assim mesmo a humanidade é complexa, vamos fazer a nossa parte, e rezar pela humanização das pessoas.
    Te amo.

    ResponderExcluir