segunda-feira, 15 de novembro de 2010

O tempo!!! Que tempo???

Quantas vezes nos perguntamos qual o momento certo?

Para mim, essa resposta é um pouco óbvia. Sim, já que não acredito que exista momento certo. O momento certo é aquele que se tem vontade de fazer e arriscar. Pode demorar por um segundo ou uma vida inteira cheia de anseios. Tudo depende daquilo que se procura. A minha vida pelo menos é cheia de estalinhos “de que tem que ser agora”.

Sou imediatista. Senão fizer naquele momento exato que tenho o estalo, não faço nunca mais. Isso me serve para tudo... Desde uma simples faxina em casa a expor o segredo, mais secreto do mundo. Se a coisa não for feita naquela horinha exata, não acontece mais. Parece magia... Como se por encanto perdesse o prumo, o rumo e tudo que planejava fosse por água à baixo.

O planejar e o executar são difíceis de conciliar. Parece que aquilo que é feito do imprevisto, tem um gosto mais gostoso. Um sabor diferente... Uma sensação de poder mudar tudo na hora que quer em bem entende... Não gosto mesmo dessas coisas certinhas. Temos que fazer e pronto... Depois arcamos com as consequências. Afinal, a vida é cheia delas...

Sinceramente, essa coisa de fazer na hora que se tem vontade, que dá o estalinho, deixa a gente com o controle sobre nossas vidas... Esse é combustível para a velocidade adequada, de uma vida cheia de emoções e sensações... Abaixo a chatice do planejado, do calculado... O bom mesmo é se divertir errando, ousando e arriscando. Como diz o ditado: É errando que se aprende!!!

P.S: Vocês devem está pensando que depois de muito tempo sem escrever resolvi filosofar... Devo está meio maluca, mas acho que foi o sol na cabeça depois do feriadãooo... Espero que filosofem também com meu texto... Beijos para todos

Nenhum comentário:

Postar um comentário